Top 15 Singles Nacionais de 2017

Com um novo leque de artistas, consagração de nomes que já estavam na estrada e uma nova onda de aceitação do público, em 2017 a música pop nacional voltou a ter um grande status entre os gêneros consumidos no Brasil.

Agradeça a colaboração dos 15 nomes abaixo por esse momento.

Veja também: TOP 15 K-POP SINGLES DE 2017


15. Phillip Nutt – Sintonia

As mais de 500 mil execuções no Spotify, com apenas 4 músicas, são um bom indicativo para você não dormir no ponto com Phillip Nutt, cantor, produtor e compositor paulistano. Caso ainda não conheça, ‘Sintonia’ é uma ótima carta de apresentação.


14. Frederico – Só Não

Fazendo música para ver e ouvir, Frederico lançou um belíssimo EP visual esse ano e ‘Só Não’ fica com o nosso destaque.


13. Banda Uó – Tô na Rua

Deliciosamente despretensioso, a Banda Uó dá uma pausa em suas atividades deixando um gostinho de quero mais. Engraçado notar que apesar de serem mais conhecidos pelo bom humor e músicas dançantes, o trio sempre se supera em baladas/midtempo. Foi assim com ‘Búzios do Coração’, foi assim com ‘Tô Na Rua’.


12. Anitta – Paradinha

Talvez uma ponte antes do refrão ajudasse a música a fluir melhor, mas levando em conta que a música cumpriu muito bem que se propunha, tudo certo por aqui.


11. Alice Caymmi – Louca

Nada como uma boa música de fossa para se ouvir na pista.


10. Lia Clark, Mulher Pepita – Chifrudo

Funk, pop, colorido e despojado. Com uma boa sacada de lançar o clipe com temática de carnaval, o hit veio fácil.


9. Ludmila – Cheguei

Muitas pessoas, muitas mesmo, tentam pegar carona em memes da internet para criar hits. Ao invés de querer entrar em um bonde que já está andando, alguns desses poderiam apender com Ludmila a como fazer uma música que a internet abrace, afinal, qualquer verso de ‘Cheguei’ é uma boa legenda para Instagram ou tweet subliminar (e isso a gente viu bastante).


8. Pabllo Vittar, Rico Dalasam – Todo Dia

Carnaval de 2017 pode parecer um pouco distante próximo da chegada de 2018, mas a primeira das várias vitórias de Pabllo esse ano não pode ser esquecida em uma retrospectiva como essa.


7. Iza, Falcão – Pesadão

O momento em que Iza deixou de ser apenas uma aposta.


6. Jão, Pedrowl – Dança Pra Mim

Talvez não seja um single de fato oficial, mas foi primeiro indício de que o menino Jão era bem mais que um youtuber de covers. Com produção assinada por Pedrowl, essa é uma boa amostra de que a música pop brasileira não precisa ficar apenas sob responsabilidade das mulheres.


5. Manu Gavassi – Muito Muito

Bastante influenciada por artistas pop internacionais, em ‘Muito Muito’, Manu Gavassi encontrou a formula perfeita de fazer o tipo de música que ela tanto gosta, e a gente também, de uma maneira bem segura e relevante pro cenário na qual está inserida.


4. Loro – Dois

Procurar por Loro no Spotify e o primeiro resultado ser Lorde pode até ser uma questão de algorítmo, no entanto, não é uma dica a ser ignorada.


3. Mahmundi – Imagem

A música pop nacional passa pela sua melhor fase em muito anos – e por mais que Mahmundi não esteja tanto na mídia quanto outros nomes, sua contribuição para esse momento é incontestável.


2. Pabllo Vittar – KO

Votações populares são sempre controversas, porém, vez ou outra elas são um atestado do que realmente a população admira. Foi o caso do último ‘Melhores do Ano’, do Faustão, que por incrível que pareça, é o que mais se aproxima de uma grande premiação no nosso país. Da minha prima de 6 anos à minha mãe de 44, ‘KO’ nocauteou todas as gerações em 2017.


1. Major Lazer, Pabllo Vittar, Anitta – Sua Cara

Major Lazer pode até assinar a produção da música, mas talvez não precise muita explicação sobre o motivo desse poder ser considerado um single nacional. Dito isso, também não há muito o que justificar sobre essa ter sido a música do ano no Brasil.