Rebecca Ferguson, ‘Freedom’: The Masterpiece Experience

Rebecca Fucking Ferguson

Faltando apenas um dia para o lançamento oficial do ‘Freedom’ em alguns países da Europa, Rebecca Ferguson liberou nesta quinta-feira (28) a audição do seu mais que aguardado segundo álbum de estúdio.

Apesar do seus incríveis vocais continuarem intactos, o que percebi ao ouvir o disco pela primeira vez é que aquela Rebecca que conhecemos no X-Factor de 2010 já não existe mais. Ela foi substituída por uma muito mais confiante e feliz.

Enquanto o seu álbum de estréia, ‘Heaven’ (2011), veio repleto de baladinhas influenciadas pelo mais clássico do R&B e soul, ‘Freedom’ chega com uma receita parecida, só que um pouco mais pop, trazendo melodias mais ensolaradas e cheias de vida.

É sem dúvidas o melhor dos dois álbuns que Rebecca já lançou – e isso certamente não é uma daquelas excitações de ouvir um material pela qual você já esperava há tempos.

‘Freedom’ não possui nenhuma faixa que você queira pular antes do fim, e por mais incrível que cada uma delas seja você simplesmente não quer deixar nada no repeat pelo simples fato de ver qual a grande surpresa virá em seguida.

Enquanto ouvia, fui colocando aquela notinha classificatória do iTunes. Apesar de algumas músicas merecerem mais destaque do que outras, como o caso de ‘Wonderful World’, ‘We’ll Be Fine’ e ‘Freedom’, ao fim da audição o resultado ficou assim.

Rebecca-Ferguson-Freedom01. ‘I Hope’  5s
02. ‘Fake Smile’  5s
03. ‘Bridges’  5s
04. ‘My Best’  5s
05. ‘All That I’ve Got’  5s
06. ‘Hanging On’  5s
07. ‘My Freedom’ 5s
08. ‘Beautiful Design’
09. ‘Wonderful World’ 5s
10. ‘We’ll Be Fine’ 5s
11. ‘I Choose You’ 5s
12. ‘Freedom’ 5s
 

Esse é certamente um daqueles álbuns que além de você amar por completo, a cada hora encontra uma faixa favorita e depois outra, e depois outra, e outra, e outra e assim por diante.